A relativização da impenhorabilidade do imóvel de vultoso valor que serve como bem de família

O ITS – Informativos dos Tribunais Superiores nasceu da necessidade que observo no profissional do direito (concurseiros, advogados, juízes, servidores, promotores, defensores, etc) de estar sempre atualizado com a jurisprudência mais recente dos tribunais superiores e também com as constantes inovações legislativas. O novo CPC majorou essa necessidade. Essa leitura informativa é uma condição de sobrevivência, atualmente, para o exercício do direito. Todavia, nem sempre a correria do dia a dia permite ao profissional aquietar-se para fazer a leitura do longo informativo de jurisprudência do STF e STJ. Ver todos posts de ITS →

No final da Segunda Guerra Mundial, em 1945, tropas soviéticas descobriram Auschwitz-Birkenau, depararam-se com os horrores encontrados naquele local de morte e sofrimento, e libertaram os prisioneiros que, em sua maioria, eram judeus perseguidos pelos alemães nazistas. Anatoly Shapiro, então comandante daqueles soldados, assim relatou o fato: “Havia um cheiro tão forte que era impossível aturar por mais de cinco minutos. Meus soldados não conseguiam suportá-lo e me imploraram que fôssemos embora. Mas tínhamos uma missão a cumprir” (era o cheiro da morte, algo onipresente em Auschwitz).

Claro que é por isso, por essas razões que pessoalmente sou empurrado para essa prática, a relativização, razão em contrário, o dia-á-dia tornar-se-ia mais difícil de digerir, e transformar a passagem de mais 24 horas das nossas vidas em algo minimamente positivo,justificado.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver ( ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Tags: A, relativização, da, impenhorabilidade, do, imóvel, de, vultoso, valor, que, serve, como, bem, de, família,

Foto sobre o assunto

Assista ao vídeo - A relativização da impenhorabilidade do imГіvel de vultoso valor que serve como bem de famГ­lia