Analise do conto Sonnet - To Science de Edgar Allan Poe

Porém montava na marmon, dava um pulo até a cidade só pra comprar aquele fortificante estrangeiro, ”um dinheirão” resmungava. E eram mesmo dezoito mil-réis ” (página 77)

Tags: Analise, do, conto, Sonnet, -, To, Science, de, Edgar, Allan, Poe,

Foto sobre o assunto

Assista ao vídeo - Analise do conto Sonnet - To Science de Edgar Allan Poe